COMO LIDAR COM EMOÇÕES NEGATIVAS DURANTE A SESSÃO?

Você sabe quais são as emoções consideradas negativas? Antes de te contar, quero te sugerir trocar a palavra NEGATIVA por IMPRODUTIVA. Essa visão de emoção negativa não é adequada, porque toda emoção é positiva. Se você assistiu o filme Divertidamente percebeu o quanto a tristeza, por exemplo, é importante para o nosso crescimento.

Se você não assistiu esse desenho da Disney, assista urgente! Ele consegue de forma resumida e lúdica explicar claramente sobre a teoria das emoções básicas, pesquisada por Paul Eckman, uma das nossas referências metodológicas do Curso de Formação em Coaching de Atitude.

Emoções improdutivas geralmente aparecem em sessão como: tristeza profunda, angústia, desespero, insegurança, desprezo, decepção, medo, ressentimento, e muitos outros. Você costuma reparar nas emoções que o cliente te traz?

O grande segredo para lidar com as emoções, mesmo não sendo psicólogo, é entender que elas são ESTADOS. Isso significa que ninguém É TRISTE, É INFELIZ, É INSEGURO. As pessoas ESTÃO assim. Vejo muitos coaches que ficam focados apenas no comportamento, deixando de lado a emoção por achar que apenas um psicólogo é capaz de trabalhar esse ponto. Isso não é verdade.

Se o cliente está com alguma emoção improdutiva, ele está num estado inadequado para fazer qualquer mudança de comportamento. Se você ignora as emoções do seu cliente, pare agora!

E é exatamente isso que o cliente procura num processo de coaching, não é?

Sair de um ponto A insatisfeito para um ponto B satisfeito.

Eu tenho certeza que você fica pensando assim: COMO EU POSSO FAZER MEU CLIENTE A SAIR DESSE ESTADO EMOCIONAL?

Pare! Assim você já começou o raciocínio errado. Sua função NÃO É  FAZER POR ELE. Sua função é TREINÁ-LO. E treinar dentro de um processo de Coaching de Atitude, é o que sempre digo para os meus alunos: buscar a resposta A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS do cliente aliadas às suas experiências. Então o pensamento adequado é:

COMO ELE, COM A HISTÓRIA DE VIDA DELE, PODE CRIAR RECURSOS PARA MUDAR O ESTADO EMOCIONAL?

Isso não significa transferir o problema para o cliente, mas sim se colocar no lugar dele e pensar através da história dele. No psicodrama, que é uma das bases de fundamentação teórica do Método Atitude Emocional, ensino meus alunos o que chamamos de fase 3 da Matriz de Identidade: Inversão de Papéis. Só conseguimos qualidade durante um processo de coaching quando nos colocamos no lugar dos nossos clientes.

“Cada indivíduo funciona num sistema confinado por dois limites: a expansividade emocional de sua personalidade e a pressão socioemocional que a população exerce sobre ele.”

Jacob Levy Moreno, criador do psicodrama

O seu papel como Coach de Atitude é entender esses limites, estimular que ele pense sobre ele mesmo, observando a pressão que ele sente do ambiente em que vive e sendo o trampolim para que ele pule cada vez mais alto.

Vamos mudar o mundo?

Compartilhe esse conteúdo